quarta-feira, setembro 17, 2014

Momentos no Ferrugem

Carpaccio de Bacalhau (Foto: © Ferrugem)
Ele há raros restaurantes assim. Algures perto de Famalicão, onde menos se espera, encontra-se um espaço onde se criam preciosidades gastronómicas, espécies de filigrana feito iguaria. Dificilmente encontraríamos melhor forma e lugar para celebrar os nossos 3 anos de casados. Passemos então aos momentos de rara beleza e complexos sabores.

Fomos iniciados com um incrível carpaccio de bacalhau (na foto), seguiram-se: pauzinho de gelado de polvo com molho verde e camarão desidratado; o caldo verde e a broa de milho tostada com azeite; bochecha de porco com puré de favas; e o robalo, a cabidela e o nabo num retrato a preto e branco da Costa Verde. De um nível de excelência a rasar o estratosférico (tal como o nosso casamento, diz a Maria, e com razão, digo eu).

Terminou-se com um Tributo ao Abade de Priscos v. 3.0 (a mousse do famoso pudim e o coração de filigrana num refrescante copo de gelo).

Além da qualidade das iguarias, de salientar o simpático e atencioso serviço, o privilégio da presença e amáveis palavras trocadas com o talentoso chef Renato Cunha que tão bem nos recebeu em sua "casa". Magnifico, este ferrugem restaurante.

Obviamente, recomendo (e muito).

2 comentários:

Maria disse...

Ainda há lugares assim, quero dizer, pessoas assim pois são elas que fazem os lugares como este. Tudo perfeito, contigo.

Beijo,

El Gato disse...

Esplêndida e irrepetível. Reproduzimos toda a vida, e afogamos a melancolia com sumo das tuas mãos.

Beijo-te,